Feira de Livros da Biblioteca Livre do Fórum Itaboraí e do Livro em Movimento

          Promovida através de uma parceria com o Livro em Movimento, projeto da ENSP-Fiocruz, a feira de doação e troca de livros realizada hoje (31/0516) no Palácio Itaboraí foi um sucesso. Foram mais de 300 livros doados e compartilhados entre as quase 120 crianças e adolescentes que prestigiaram o evento ao longo do dia. O público presente ainda se divertiu com a peça teatral "A Ervilina e o Princês" interpretada pela Companhia Teatro Livro Aberto.

 

 

 

 

 

Orquestra de Câmara do Palácio Itaboraí – OCPIT oficializa parcerias com GE Celma e UFRJ

         Em evento realizado na última terça-feira (24/5/16), o Fórum Itaboraí celebrou duas novas parcerias para fortalecimento da OCPIT, projeto sócio-cultural que oferece um curso completo de música a jovens estudantes da rede pública.

         Felix Rosenberg, diretor do Fórum Itaboraí, iniciou a cerimônia destacando a importância das novas parcerias para o futuro do projeto e o papel do acesso à cultura no âmbito da saúde pública. Em sua fala, ressaltou que o conceito de Saúde não pode ser definido somente pela ausência de doenças pois deve-se considerar o desenvolvimento pleno dos indivíduos . Felix finalizou seu discurso destacando que o acesso à saúde está diretamente relacionados aos demais direitos sociais e a Cultura deve ser um benefício de todas as classes.

         O evento prosseguiu com a apresentação da GE Celma como nova patrocinadora da OCPIT através da Lei de Incentivo à Cultura. De acordo com Júlio Talon, presidente da empresa, a GE Celma não pode se limitar apenas às suas funções e deve colaborar com a cidade de outras formas. “Queremos que a Celma seja mais do que uma grande empregadora e exportadora. Queremos também deixar um legado para a cidade. É isso que procuramos fazer nos últimos 15 anos. Fico feliz em ver crianças participando da orquestra e espero que nossa parceria continue por muitos anos”, disse Talon.

         Já a Escola Nacional de Música da UFRJ assume um papel fundamental na formação desses alunos através de um Acordo de Cooperação Técnica. Paulo Sá, Coordenador Pedagógico da OCPIT e professor adjunto da Escola Nacional de Música da UFRJ, considerou um “privilégio” ajudar a construir essa ponte que irá beneficiar as duas instituições. “A Fiocruz e a UFRJ têm interesses em projetos de extensão, que englobam ações sociais e pesquisas”, disse.

         A cerimônia também contou com a presença de importantes figuras públicas de Petrópolis. O Prefeito Rubens Bomtempo destacou que a música e a cultura são importantes fatores de integração social enquanto que a presidente da Fundação de Cultura e Turismo de Petrópolis, Drica Madeira, projetou uma futura Orquestra Municipal. “Essa iniciativa nos faz pensar, no futuro, em ter uma orquestra do município, com o apoio da Fiocruz e a UFRJ, que já realizam um belo trabalho” destacou Drica.

          O encontro foi encerrado com um concerto da nova turma da OCPIT que, com menos de 3 meses de ensaio, conseguiu emocionar os mais de 80 presentes no Palácio Itaboraí.

Páginas