Fórum Itaboraí é indicado ao Prêmio Maestro Guerra-Peixe pela terceira vez

         O Prêmio Maestro Guerra-Peixe, o mais importante reconhecimento do cenário cultural em Petrópolis, foi criado em 2009 por iniciativa da Prefeitura Municipal de Petrópolis através da Fundação de Cultura e Turismo com o objetivo de homenagear os principais agentes culturais do município e resgatar um dos mais importantes músicos brasileiros do século XX, o maestro e compositor César Guerra-Peixe.

         Em sua oitava edição, o prêmio tem 42 indicados em 11 categorias: música popular, música erudita, artes visuais, literatura, comunicação, audiovisual, teatro, dança, produção cultural, especial e notório reconhecimento. 

         Este ano, o Fórum Itaboraí concorre na categoria "produção cultural" com o projeto "Quartas-Culturais", uma iniciativa criada com o objetivo de promover a reflexão e estimular o pensamento crítico, utilizando diversas formas de apresentações artísticas para introduzir e enriquecer a discussão sobre um tema determinado. É a terceira indicação do Fórum Itaboraí, segunda consecutiva pelo projeto das "Quartas Culturais. Em 2014, a Orquestra de Câmara do Palácio Itaboraí também foi indicada ao prêmio.

         A festa de entrega da estatueta aos vencedores será no dia 18 de março, no Theatro D.Pedro . O prêmio é uma realização da Prefeitura de Petrópolis, com organização da Fundação de Cultura e Turismo.

         Para conhecer todos os indicados acesse http://www.petropolis.rj.gov.br/pmp/index.php/imprensa/noticias/item/517...

Curso de Educação popular em Saúde - EdPopSUS

​          Visando a capacitação técnica e política dos agentes comunitários, atores sociais fundamentais para a prática da redução de iniquidades em Saúde, iniciouse em 2016 a cooperação com a Prefeitura de Petrópolis e com a Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio – EPSJV para a realização no Palácio Itaboraí do “Curso de Aperfeiçoamento em Educação Popular em Saúde - EdPopSUS”, na modalidade presencial.

​          A seleção dos Educandos e Educadores se deu por meio do Edital de chamada pública Nº 03/2016, 02 de setembro de 2016 e 04/2016, 09 de setembro de 2016 da EPSJV em parceria com a Coordenação Geral de Apoio à Educa- ção Popular e à Mobilização Social do Departamento de Apoio à Gestão Participativa da Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa do Ministério da Saúde (DAGEP/SGEP/MS). Foram selecionados 2 educadores e 35 Agentes Comunitários de Saúde ou de Endemias da região Serrana. 

          A carga horária do curso é de 160 horas, distribuídas em aulas presenciais (136 horas), e trabalho de campo (atividades de dispersão - 24 horas). As aulas presenciais iniciaram em 05/12/2016 e ocorreram nos meses de janeiro, fevereiro, março finalizando em abril de 2017, compreendendo um total de 17 encontros semanais de 8 horas cada, intercalados com trabalho de campo no território. O curso está estruturado nos seguintes eixos temáticos: a) construção da gestão participativa como fio condutor do processo educativo; b) educação popular no processo de trabalho em saúde; c) direito à saúde e a promoção da equidade; d)Território, lugar de história e memória; e) participação social e participação popular no processo de democratização do Estado; f) o território, o processo saúdedoença e as práticas de cuidado.

          Clique aqui e aqui para acessar o material relacionado ao curso.

 

Orquestra de Câmara do Palácio Itaboraí tem sua primeira aluna aprovada no vestibular de música da UFRJ

          A jovem Sarah Xabudé Moreira Francisco, de 17 anos, é a primeira aluna da OCPIT a conquistar uma vaga no ensino superior de música, precisamente na Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ

          Sarah integrou a primeira turma selecionada pela OCPIT, em fevereiro de 2013, e terminou seu ciclo de 4 anos na orquestra em dezembro de 2016.

          A equipe do Fórum Itaboraí saúda Sarah pela conquista e deseja boa sorte nessa nova fase.

          Para conhecer mais sobre a Orquestra de Câmara do Palácio Itaboraí acesse forumitaborai.fiocruz.br/ocpit

 

Quartas Culturais 2017

          O projeto “Quartas Culturais” está confirmado na programação do Fórum Itaboraí em 2017 mas está sendo revisado e poderá sofrer algumas mudanças em relação às edições anteriores.

          Em breve, divulgaremos as novidades, data e todas as informações sobre a primeira edição de 2017.

Cordialmente;

Equipe do Fórum Itaboraí: Política, Ciência e Cultura.

 

Jornada pelo 5º Aniversário do Fórum Itaboraí: PEC 55, Justiça Social e Desenvolvimento Sustentável no Brasil

          No dia 22 de novembro de 2016, o Fórum Itaboraí comemorou seu quinto aniversário e organizou o evento “PEC 55, Justiça Social e Desenvolvimento Sustentável no Brasil”.

 

          Com o objetivo de discutir e ampliar o debate sobre o impacto da PEC 55 e suas consequências na vida dos brasileiros, a iniciativa promoveu palestras com especialistas de diversas áreas afetadas pela nova proposta  e organizou uma grande exposição com o tema “Os caminhos da PEC 55 e dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável” que mostra as consequências que a PEC 55 causará na implementação da Agenda 2030, metas elaboradas pela ONU para o desenvolvimento sustentável global e que foi assinada por 193 chefes de estado.

          O evento também promoveu uma pequena feira orgânica de produtores do Brejal, Quilombo da Tapera e Comunidades Madame Machado e Vila Felipe, além de apresentações musicais da Orquestra de Câmara do Palácio Itaboraí e do Duo formado por Daniel Miranda e Paulo Sá, professores da OCPIT.

Palestrantes e temas abordados:

Antonio José Alves Junior, do departamento de Ciências Econômicas da UFRRJ, “A PEC 55 no contexto do desenvolvimento social, sob a ótica da economia”.

Paulo Buss, Coordenador do Centro de Relações Internacionais em Saúde da Fiocruz e ex-presidente da Fiocruz, “A PEC 55 e a saúde da população brasileira”.

Luiz Gonzaga Souza Lima, Doutor em Ciências Políticas pela Universidade de Milão e ex-professor da UERJ, “A PEC 55 e os rumos da educação no Brasil”.

Luziana Correa do Lago , Arquiteta Urbanista - IPUR/UFRJ e Doutora em planejamento urbano pela Universidade de São Paulo, “A PEC 55 e a habitação popular no Brasil”.

 

          Os vídeos com as palestras podem ser acessados através do link: https://www.youtube.com/channel/UCHjK2jruJLs6R6hVdNlBYcg

 

Nova Exposição do Fórum Itaboraí

Clique aqui para fazer o download dos banners da exposição.

          Inaugurada em 22 de novembro, durante as comemorações do quinto aniversário do Fórum Itaboraí, a exposição "Os caminhos da PEC 241/PEC 55 e dos ODS” continua aberta à visitação nos salões do Palácio Itaboraí. Com uma linguagem simples e acessível, a exposição apresenta os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável adotados pela ONU e faz uma relação com o novo ajuste fiscal proposto pelo governo brasileiro, detalhando suas consequências para o desenvolvimento do país e o impacto das medidas na vida dos brasileiros.

 

Páginas