A Trilha do Arboreto

          A criação da “Trilha do Arboreto do Palácio Itaboraí”, nasceu da ideia de se introduzir algumas plantas nos jardins do Palácio Itaboraí para a inauguração do Fórum Itaboraí. No inventário inicial, foram catalogadas 120 espécies da flora e 36 espécies da fauna, e ao longo de 2012 foram introduzidas novas espécies de plantas medicinais de interesse aos projetos ligados ao Sistema Único de Saúde/SUS.

         Atualmente, a Trilha do Arboreto é composta por uma exposição viva e permanente da biodiversidade vegetal que tem como principal objetivo ajudar a sociedade a compreender as diferenças e características de diversas espécies de plantas, em especial aquelas com o mesmo nome popular, como os Boldos, Espinheiras-santas, Mentas, Guacos, Ervascidreiras, Alecrins, Arnicas.

         Através de visitas guiadas, essa iniciativa já orientou mais de 3.000 pessoas no compreensão das propriedades e diferenças morfológicas entre as 300 espécies de plantas presentes na Trilha do Arboreto, todas identificadas por placas informativas com seus nomes popular e científico, família, centro de diversidade, uso popular e seu status, ou seja, se é tóxica, aromática, nutritiva, espiritual, ornamental ou medicinal.

         O caráter sócio-educativo-cultural fica ainda mais evidente quando aplicado às plantas medicinais. Nesse contexto, além das informações básicas de identificação, algumas orientações específicas também são fornecidas para que o medicamento fitoterápico seja utilizado corretamente em relação ao preparo, posologia e aplicação.       

         A Trilha do Arboreto ainda desempenha um importante papel em outros projetos do Fórum Itaboraí como o Arranjo Produtivo Local de Petrópolis (leia mais sobre o APL clicando aqui).          

         Informações: O passeio guiado pela Trilha do Arboreto é aberto ao grande público, de segunda a sexta, das 09h às 17h, e sábados, das 09h às 16h. Excursões devem ser agendadas pelo telefone (24) 2246-1430.